A Infanta Cristina destacou o apoio da Fundação La Caixa à Iniciativa de Maternidade Segura

S.A.R. a Infanta Doña Cristina da Espanha destacou o apoio que a Fundação La Caixa vem dando à Iniciativa de Maternidade Segura desde 2010, com a apresentação de uma exibição de fotografias do jornalista Bru Rivera sobre a maternidade no mundo.

As diversas atividades realizadas na Região permitiram fazer um chamamento aos países da América Latina e do Caribe para tratar de um problema como a mortalidade materna, colocando ênfase especial nas populações mais vulneráveis, indicou a Infanta Cristina. Acrescentando que, apesar do progresso obtido, ainda resta muito por fazer.

“As cifras de mortalidade materna continuam sendo inaceitavelmente elevadas”, frisou. E acrescentou que a liderança no tema deve influir também sobre o setor privado e a sociedade civil, para melhorar a saúde de todos os grupos.

A Infanta destacou três iniciativas da Fundação La Caixa, como exemplos do que o setor privado pode trazer à saúde, sem duplicar esforços. Por um lado, junto com a Aliança GAVI, para assegurar a vacinação na África e agora na América Latina; por outro, destacou as ações de mobilização e sensibilizaão da sociedade que, entre otras coisas, levaram a Fundação a coletar fundos para a reconstrução do Haiti.

A Infanta Cristina também destacou a criação do Instituto de Saúde Global, que compartilha os valores da OPAS e que, entre suas áreas de trabalho, conta com a Década das Vacinas e também trabalha sobre a saúde reprodutiva e neonatal.

“Investir em maternidade segura é um investimento na saúde das mulheres”, afirmou. “Essas reuniões são importantes para reafirmar compromissos e intercambiar experiências”, disse a Infanta Cristina. E completou dizendo que também importam para “renovar o espírito colaborador” de todos os setores envolvidos.

 
As respostas estão fechadas, mas você pode trackback de seu próprio site.