Os países das Américas analisam estratégia para melhorar a saúde nas grandes cidades

Os Estados Membros da OPAS analisam desenvolver uma estratégia e plano de ação para fazer frente às necessidades de saúde das populações que vivem em zonas urbanas e que representam quase 80% do total de habitantes da região.

Nesse sentido, há propostas para abordar a contaminação do ar e a poluição sonora, as mudanças ambientais, os comportamentos que promovem a saúde como atividade física e alimentação saudável, segurança humana e violência, e a urbanizacão inclusiva sem barreiras, entre outros fatores.

A estratégia responde aos efeitos que a urbanização e a construção não planejada das cidades têm sobre a saúde, o que requer ações multisetoriais para enfrentá-las.

 
As respostas estão fechadas, mas você pode trackback de seu próprio site.