Archives for ‘Mortalidad materna’

Aprovado um plano de ação para acelerar a redução da mortalidade materna

...

“O aborto induzido é um problema de saúde pública”, diz perito em obstetrícia

O coordenador do Grupo de Trabalho sobre Prevenção do Aborto Inseguro da Federação Internacional de Ginecologistas e Obstetras (FIGO), Aníbal Faundes, disse hoje que "o aborto induzido é um problema de saúde pública, devido sua alta frequência e s consequências para a saúde da mulher", durante um painel sobre maternidade segura e acesso universal saúde sexual e reprodutiva, conduzido durante o 51o. Conselho Diretor da Organização Pan-americana da Saúde (OPAS)....

O planejamento familiar é a chave para reduzir a mortalidade materna, diz especialista do UNFPA

Laura Laski, diretora de Saúde Sexual e Reprodutiva do UNFPA (Fundo de População das Nações Unidas) destacou que o planejamento familiar é uma das intervenções de maior relação custo/benefício para diminuir a mortalidade e morbidade materna, e além disso colabora para melhorar a situação de pobreza das famílias e empoderar s mulheres, se elas têm a capacidade de decidir....

Para Bachelet, as mulheres são o melhor investimento para a democracia e a economia dos países

A Secretária-Geral Adjunta de Igualdade entre os Gêneros e Empoderamento da Mulher (ONU-Mulheres), Michelle Bachelet, defendeu que "não há melhor investimento para a democracia e o crescimento econômico dos países que investir nas mulheres". A ex-presidenta do Chile fez essa afirmação durante um painel sobre Maternidade Segura e Saúde Reprodutiva, que se realizou durante o 51o. Conselho Diretor da OPAS. Para a médica chilena, 2011 pode ser um ponto de virada para a saúde...

Houve progresso na redução da mortalidade materna nas Américas, mas ainda não é suficiente, dizem especialistas

"As Américas tiveram um significativo progresso na redução da mortalidade materna, mas ainda não é suficiente", disse a diretora da OPAS, doutora Mirta Roses. Como participante de um Painel sobre Maternidade Segura e Acesso Universal Saúde Sexual e Reprodutiva, a doutora Roses afirmou que "o progresso em reduzir a mortalidade materna não é suficiente para atingir os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio até 2015."...